Saneamento e energia são destaques em Mandirituba

Os investimentos do Estado no município, que completa 57 anos nesta terça-feira (25), somam R$ 36 milhões, incluindo recursos para a saúde e infraestrutura urbana. Aniversário teve festa para os moradores, com a presença do governador Beto Richa.

O governador Beto Richa participou neste domingo (23) da festa dos 57 anos de Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba. Ao lado do prefeito, Luís Antônio Biscaia, e da vice-prefeita, Rosilene Vonsovicz Weber, o governador visitou a feira montada no centro da cidade para comemorar a data. Richa destacou a importância da parceria entre o Estado e os municípios para ações em favor da população.

“É uma parceria de bons resultados. Apesar da crise financeira nacional e de muitos estados em situação difícil, aqui no Paraná estamos fazendo investimentos vigorosos”, disse o governador.

Município criado em 25 de julho de 1957 e que tem hoje mais de 25 mil habitantes, Mandirituba recebeu nos últimos seis anos R$ 36 milhões de investimentos – R$ 28 milhões já realizados e R$ 8 milhões em andamento.

DESENVOLVIMENTO – O prefeito Luís Antônio Biscaia afirmou que o município está passando por uma transformação. Ele destacou, particularmente, o apoio do Governo do Estado no desenvolvimento de Mandirituba.

“A cidade agora vai crescer muito mais. Hoje temos a pista dupla até a cidade que vai se desenvolver mais com indústrias e comércio, gerando renda”, disse. “Nós somos atendidos pelo Governo do Estado com emendas, verbas e recursos que nos ajudam nesse momento de crise financeira”, completou.

A Copel aplicou R$ 14 milhões em melhoria do fornecimento de energia e a Sanepar mais R$ 9 milhões, incluindo a ampliação do sistema de esgoto do município.

Para obras de melhoria urbana, o Governo financiou R$ 5,6 milhões, destinados à compra de equipamentos rodoviários, pavimentação e recape asfáltico. Na área da saúde, foram repassadas duas ambulâncias e recursos para compra de equipamentos, ações de melhoria no atendimento à população no município, para vigilância sanitária e para custeio, além de obras no hospital municipal.

QUALIDADE DE VIDA – O agricultor Eloi Carvalho, 58 anos, produz batata doce, abobrinha, pepino e fruta em geral. Ele nasceu em Mandirituba e acredita que a qualidade de vida dos netos que já começaram a chegar vai ser melhor. “A saúde tá melhor, meio de transporte, o povo vive bem melhor de dez anos pra cá”, elogiou.

Para Benedito Antonio Uczai, produtor de mel com abelha sem ferrão e vice-presidente da Associação de Meliponicultores de Mandirituba (Amamel), os avanços no município refletem na geração de renda aos moradores. “É importante porque, como Mandirituba é próximo a Curitiba, também deve acompanhar o desenvolvimento, e o turismo ecológico fica mais visível. Hoje temos cultura de morangos, pousadas, pesque-pague e o mel nativo também”, disse.

A funcionária pública Zenilda Carvalho Cubas, 52 anos, mora em Mandirituba desde que se casou, há 30 anos. “A cidade ficou parada no tempo, sem saneamento, iluminação pública, segurança, mas agora começa a caminhar”, afirmou.

PRESENÇAS – Também participaram da comemoração dos 57 anos de Mandirituba os secretários estaduais da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho; da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; do Desenvolvimento Urbano em exercício, João Carlos Ortega; o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni; o diretor-presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche; deputados estaduais Francisco Buhrer e delegado Rubens Recalcatti; o deputado federal Toninho Wandscheer; e o prefeito de Fazenda Rio Grande, Marcio Wozniack.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com